Já estás cansado de querer ver um jogo de futebol na net e ter primeiro que fechar mil e uma publicidades e centenas de popups? E ainda por cima na maioria dos casos com má qualidade de video e inúmeras paragens na emissão? Aqui neste artigo tens uma solução que pode resolver o teu problema;)

>>CLICA AQUI PARA SABER COMO! <<

Uma foto em que uma criança de cinco anos de idade aparece a chorar ao encontrar o seu cão de estimação cozido numa bandeja depois de desaparecer tornou-se viral na internet.

A criança vietnamita aparece numa foto comovente e chocante onde, com uma das mãos sobre o cão, chora depois de descobrir que o animal, supostamente seu, tinha sido cozido e estava à venda.

Little Girl Spots Her Missing Dog Roasted

Ela chora desesperadamente depois de ver o amiguinho pronto para consumo humano. Ela aparece a gritar: “É Flower (nome do cão)”.

O cão desapareceu da sua residência misteriosamente. Muitos acreditam que a forte cena pode servir como apelo para proibir o consumo da carne de cão nos países em que a prática é um costume.

A carne de cão  é tratada como uma iguaria em vários países asiáticos, incluindo a Coreia, Vietname e China.

Fonte: Daily Mail

Um homem está a processar um hospital depois de ter sido submetido a uma operação aos rins e ter acabado com o seu pénis amputado.

438

Costica Maroleanu, de 55 anos, deslocou-se a um hospital de Buzau, na Roménia, devido a problemas de insuficiência renal. Segundo ele, após a cirurgia foi informado de que haviam ocorrido algumas complicações operatórias.

“Aparentemente a enfermeira não tinha encaixado corretamente um pequeno tubo de plástico para me ajudar a urinar, e o meu pénis ficou vermelho e infectado. Fui transferido para a UCI e quatro dias depois para o departamento de nefrologia”, contou o paciente.

Maroleanu foi então transferido para outro hospital, onde os médicos concluíram que o seu pénis estava com necrose. A única alternativa era a amputação.

“O membro estava preto e o restante da pele na base era altamente infecciosa. Foi-lhe remover os elementos necróticos, gerando a amputação”, comentou um porta-voz do hospital.

O homem afirmou que teve seu membro completamente cortado. Segundo ele, para urinar usa um orifício feito pelos médicos entre os testículos e ânus. “Eu urino como mulher. Estou arrasado”, comentou.

O paciente está agora a processar o primeiro hospital onde foi tratado, alegando negligência. Ele pede 500 mil euros de indemnização.

“Se eles não tivessem estragado as coisas no início, isso não teria acontecido”, concluiu.

Fonte: Mirror

Scroll To Top