O polícia português que acusou os McCann’s de esconderem a morte de Madeleine volta a “atacar”

Lembram-se de Gonçalo Amaral? Logo após ter sido noticiado que o livro de Gonçalo Amaral sobre a história do desaparecimento de Madeleine McCann podia voltar às bancas, o The Sun adiantou que o ex-inspetor da PJ está a preparar-se para lançar em breve um novo livro sobre a história de Maddie!

Foi Gonçalo Amaral quem liderou a investigação sobre o desaparecimento de Maddie, mas posteriormente demitiu-se, acusando as autoridades britânicas de não cooperarem totalmente com as portuguesas. Lançou um livro na altura sobre todo o caso: A Verdade da Mentira.

Agora, de acordo com o Daily Express, no seu segundo livro irá criticar a forma como o tribunal da Escócia lidou com o caso!

De relembrar que Amaral teve de pagar cerca de 500 mil euros aos McCanns em compensação pelas suas afirmações no seu livro e até num documentário. O livro foi publicado em 2008, 3 dias após o caso de Maddie ter sido encerrado pela polícia.

Em sua defes, Amaral diz que as suas afirmações se deveram a investigação policial e ele afirmou veemente que acredita que os pais dela tiveram um papel a desempenhar no desaparecimento da criança.

Os McCanns sempre disseram que acreditam que a filha está viva e que não querem parar de a procurar! Também afirmaram que estão prontos a ir para tribunal se alguma vez virem o livro A Verdade da Mentira nas bancas pelo Reino Unido.