A ciência afirma que esta é a melhor maneira para deixares de fumar!

Toda a gente já sabe que fumar mata mas a verdade é que nem isso faz as pessoas deixarem de o fazer.

O governo andou inclusive a implementar medidas com o tabaco, mais propriamente com as imagens explícitas nos maços, tudo para sensibilizar as pessoas e fazer com que elas deixem esse hábito, que é extremamente prejudicial para a saúde.

Pois bem, a ciência já descobriu uma nova forma mais eficaz para deixares o vício. Confere o que foi descoberto num estudo realizado pela Universidade de Oxford…

Num estudo que teve como objectivo descobrir a melhor forma de deixar o tabaco, Nicola Lindson-Hawley, que guiou o estudo, disse:

“Muita gente pensa que a melhor maneira de deixar de fumar é ir reduzindo gradualmente antes de deixarem totalmente”.

O estudo teve como alvo 700 britânicos que fumavam cerca de 15 cigarros por dia e foram testados neles duas maneiras para deixar os cigarros: reduzirem até deixarem por completo e deixarem de fumar “a frio”, sem qualquer tipo de preparação prévia.

Todos os participantes se comprometeram que tinham duas semanas para deixar o tabaco. Metade deles foram ordenados para que fumassem normalmente durante essas duas semanas e para que, no fim das mesmas, deixassem abruptamente. A outra metade foi reduzindo gradualmente ao longo das duas semanas.

Depois das duas semanas, as pessoas que conduziram o estudo seguiram a taxa de abstenção de cada um dos alvos do estudo durante seis meses.

Os resultados? Quase metade do grupo que deixou o tabaco abruptamente (49%) conseguiu deixar o tabaco durante as duas semanas, enquanto que os que foram deixando gradualmente tiveram menos sucesso, tendo apenas 39% deixado.

Passados os 6 meses, 22% dos que deixaram de fumar “a frio” continuaram sem fumar e só 15% daqueles que deixaram gradualmente conseguiram nunca mais pegar num cigarro.

Parece que fazê-lo abruptamente resulta bem melhor do que ir tentando fumar menos ao longo do tempo até chegar a um ponto em que se reduz por completo…