10 filmes da Netflix que são (quase) melhores do que porn!

Para estares aqui é porque estás a procura de algo mais…picante, não? Bem, há sites mais apropriados para satisfazer essas tuas necessidades picantes, mas viemos informar-te de que a Netflix também te pode matar esse bichinho.

A Netflix tem cerca de 76,897 “micro-géneros”. Assim, a escolha é imensa, por isso vamos facilitar a tua vida. Eis a seguir 10 filmes muito, muito picantes, oferecidos pela Netflix. Quase melhores do que pornografia…

Bang Gang

O filme de 2015 tem a ver com uma adolescente chamada Alex que vive sozinha em casa a maior parte do tempo, sendo que a sua mãe trabalha imenso. E o que acontece quando dás uma casa vazia a uma adolescente com as hormonas aos saltos? Pois bem, uma série de festas sexuais muito selvagens!

Apesar do título, BANG GANG, a verdade é que o filme é um drama.

Blue Is The Warmest Color

E mais uma vez foram os franceses a apimentar as coisas. Este filme premiado em diversas categorias é de 2013 e retrata uma personagem principal que se encontra na transição entre o secundário e a vida adulta, e isto inclui um relacionamento com uma pintora de cabelo azul.

A relação é bem quente e o filme não é sequer aconselhado para menores de 17! Só para teres uma ideia, no meio do filme existe uma cena de sexo com 12 minutos…

The Client List

Jennifer Love Hewitt. Só ela é picante o suficiente para te agradar, ou nem por isso? No filme, ela faz o papel de mãe de três filhos que acaba por entrar no mundo da prostituição para conseguir ganhar o seu.

É preciso dizer mais alguma coisa?

Hot Girls Wanted

Se é sexy? Lê o título de novo. Claro que é, mas atenção: trata-se de um documentário.

Assim, se os teus amigos te perguntarem, sempre te podes fazer de intelectual e mencionar que viste um belo documentário sobre actrizes pornográficas amadoras. Erudito.

Ingobernable

Esta série original da Netflix, cujo nome se traduz para “ingovernável”, tem como protagonista Kate del Castillo a representar a Primeira Dama do México (spoiler alert: extremamente boa). A série tem 15 episódios e é um verdadeiro thriller político, mas bem, bem sensual!

Mulholland Drive

Realizado por David Lynch, o thriller de 2001 tem como protagonistas Naomi Watts e Laura Elena Harring, que são amigas e amantes num filme que retrata várias realidades. Harring faz o papel de Rita, que perdeu a sua memória num acidente de carro em Mulholland Drive.

Rita conhece então uma aspirante a actriz, Betty (Naomi Watts). Ao longo do filme vai-se tentar descortinar o passado de Rita e as coisas aquecem…Se aquecem!

Sex and Lucia

O filme espanhol de 2001 envolve – como deves ter reparado pelo título – uma mulher chamada Lucia e…sexo.

Escrito e realizado por Julio Medem, este drama erótica é “um filme complexo e arrebatador a nível visual”, de acordo com o Rotten Tomatoes. Para além disso, o website de críticas também aponta a “nudez gratuita”. Muito obrigado.

Sleeping Beauty

Muito, muito picante. O filme australiano de 2011 torna-se muito dramático a certo ponto, e também muito erótico. Produzido por Julia Leigh, quem brilha é Emily Browning, uma estudante universitária. A precisar de dinheiro, a jovem mete-se em alguns trabalhos eróticos fora da faculdade.

Esses trabalhos não envolvem sexo, no entanto. A mulher literalmente dorme com os seus clientes: se é por isso que o filme se chama Sleeping Beauty? É pois.

Teenage Cocktail

Como grande parte dos adolescentes, Annie e Jules, personagens principais do filme, estão cansadas e fartas da sua pequena cidade e dos seus pais demasiado protectores. Como todos os adolescentes, precisam de dinheiro. Diferente de todos os adolescentes, Annie e Jules começam a fazer espectáculos pela webcam para ganhar dinheiro.

Uma grande alegria até se depararem com um homem de meia idade que é casado. Dá uma espreitadela…

Californication

Primeiro de tudo, já devias conhecer isto. Se não conheces, deixa-me dizer-te que “fornication” está até no título da série. A série já foi galardoada com vários prémios e relata um novelista em Nova Iorque que utiliza a bebida, as drogas e as mulheres para tentar ultrapassar os seus processos criativos e de escrita.

A série pode ser engraçada, pode ser séria e, definitivamente, AQUECE!